vlab logo

1 6 X X X :  CÁLCULOS EM LINHA DISPONíVEIS EM

http://ponce.sdsu.edu


Propriedade intelectual © 2004-2014.
Direitos reservados.


♦ HIDRÁULICA ♦

Canais abertos, bueiros

701.   Tirante normal em um canal prismático utilizando Manning

702.   Tirante crítico em um canal prismático

703.   Descarga em um bueiro ou tubulação circular

704.   Talude crítico em um canal prismático

705.   Tirante normal e tirante crítico em um canal prismático

706.   Tirante normal em um bueiro circular

707.   Tirante crítico em um bueiro circular ou tubulação

708.   Tirante normal em um canal prismático utilizando Chezy


Barragens

711.   Profundidade sequencial no ressalto hidráulico

712.   Perda de energia no ressalto hidráulico

713.   Vazão sob uma comporta

714.   Vazão sobre vertedouro de crista larga

715.   Vazão em um canal primático

716.   Profundidades sequenciais no ressalto hidráulico

717.   Escoamento crítico em estreitamento de canal retângular

718.   Eficiência do ressalto hidráulico

719.   Perda de carga em resalto hidraulico baseado em profundidades sequentes


+2


Perfiles da superfície da água
(Em construção, não usar)

721.   Perfil M1 da superfície da água

722.   Perfil M2 da superfície da água

723.   Perfil M3 da superfície da água

724.   Perfil S1 da superfície da água

725.   Perfil S2 da superfície da água

726.   Perfil S3 da superfície da água


Barragens

733.   Barragem triangular totalmente contraída

734.   Barragem triangular parcialmente contraída

735.   Barragem Cipolletti

736.   Barragem retangular

737.   Barragem retangular padrão contraído

738.   Barragem retangular padrão suprimido


Design do canal, vertedouros

742.   Classificação Ogee de vertedouro

743.   Número de Froude

744.   Número de Vedernikov

745.   Razão da contração limite

746.   Conjunto de razões da contração limite

747.   Coeficientes de distribuição de velocidade α e β

748.   Elementos geométricos da secção transversal de um canal


Fluxo de tubulação

751.   Fórmula de Hazen-Williams

752.   Tubulação paralela

753.   Tubulação conectando três reservatórios

754.   Hidráulica de galerias  

755.   Força Hidráulia

756.   Equação de Hagen-Poiseuille  

757.   Perda de carga Hagen-Poiseuille  


Fluxo de tubulação 2

761.   Equação de Tubulação explícita de Darcy Weisbach f  

762.   Equação de Tubulação explícita para descarga Q  

763.   Equação de Tubulação explícita para diametro D

764.   Sistema de bomba-tubulação  

765.   Perda de carga no orifício  

766.   Descarga no orifício  

767.   Perda de carga no Venturi  

768.   Descarga no Venturi  


Propriedades e rendimento dos sedimentos

771.   Velocidade de queda de uma partícula esférica de sedimentos

772.   Peso específico de um depósito de sedimentos utilizando o método de Lane e Koelzer.

773.   Equação Universal de Perda de Solo

774.   Equação Universal de Perda de Solo (bacia composta)

775.   Entrega de sedimentos pela fórmula de Dendy-Bolton

776.   Início de movimiento segundo critério de Shields

777.   Número de Froude mínimo e velocidade mínima permitida utilizando o critério Shields

778.   Iniciação de movimento utilizando o número de Froude

779.   Vida útil de um reservatório


Transporte de sedimentos: fórmulas

784.   Vazão de sólidos (areia) pelo método de Colby


♦ HIDROLOGIA ♦

Vazão de pico

801.   Vazão de pico pela fórmula de Creager

802.   Vazão de pico pelo método racional

804.   Método da declive-área

806.   Aplicabilidade de ondas kinemáticas

807.   Aplicabilidade da onda de difusão


Regressão

821.   Regressão linear

822.   Regressão não linear

823.   Regressão linear multipla

824.   Regressão não linear multipla

825.   Regressão hiperbólica


Evapotranspiração

831.   Blaney-Criddle

832.   Penman

833.   Penman-Monteith

834.   Priestley-Taylor

835.   Thornthwaite


Frequência de cheias

841.   Frequência de cheias pelo método de Gumbel

842.   Frequência de cheias pelo método de Log Pearson III

846.   Escoamento superficial baseado no número da curva


Tempo de concentração

861.   Tempo de concentração


Water balance

881.   Balanço hídrico utilizando o molhamento da bacia


Bacias de detenção

891.   Volume de armazenamento TR-55 de uma bacia de detenção


Qualidade da água

901.   Curva de oxigênio dissolvido em água corrente

902.   Análise da curva de oxigênio dissolvido em água corrente

904.   Sólidos totais dissolvidos (STD) em função da condutividade elétrica (CE)



♦ OTHER PROGRAMS ♦

100.   Programas em Inglês [151]

400.   Programas em Espanhol [94]

957.   Distância longitudinal ao longo de uma dada latitude

958.   Geodistância entre duas coordenadas locais


♦ Estes proramas são um serviço do Visualab da Universidade Estadual de San Diego (San Diego State University), San Diego, California.
Por favor envie seus comentários e sugestões para:    ponceatponcedotsdsudotedu ♦
150810

Você é o visitante No.  Count  Obrigado pela visita.